Aprender por meio da vivência: O que é um currículo bilíngue?

5 min

Entenda como uma estrutura de currículo bilíngue promove a aprendizagem de inglês.

Todo educador sabe que o principal componente na orientação do processo de aprendizagem é o currículo.

 

As instituições de ensino contam com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) como referência, que fornece diretrizes claras sobre as habilidades e competências que devem ser desenvolvidas por um estudante em cada componente curricular, independentemente da escola em que estiver matriculado.

 

Neste artigo vamos abordar o que é um currículo de Educação Bilíngue e como ele contribui para o melhor desenvolvimento do estudante e para um processo de aprendizagem multifacetado.

 

Ao adotar um currículo bilíngue a escola promove o desenvolvimento da proficiência em duas línguas.

 

O papel do currículo de Educação Bilíngue

O currículo de Educação Bilíngue envolve o ensino dos componentes curriculares em duas línguas, geralmente a língua de nascimento e uma segunda língua, como o inglês.

 

Utilizando a estrutura educacional já definida pelo Ministério da Educação e seguindo suas diretrizes, um currículo estruturado de forma bilíngue ajuda os estudantes a se tornarem fluentes em um novo idioma e compreender a cultura relacionada a essa língua.

 

Isso facilita a interação com diferentes culturas e contribui para a formação de cidadãos globais.

 

Ao desenvolver a compreensão auditiva, fala, leitura e escrita na língua inglesa, utilizando a própria jornada educacional do estudante, o currículo de Educação Bilíngue é uma poderosa ferramenta para expandir e aprimorar a aprendizagem.

 

Afinal, o que é um currículo bilíngue?

Pensado para desenvolver a proficiência acadêmica, o Currículo Be é um currículo de Educação Bilíngue que possibilita aos estudantes transitarem de forma fluente tanto no ambiente social quanto no acadêmico.

 

Com isso, o Currículo Be cumpre todos os objetivos e requisitos da BNCC para o desenvolvimento de habilidades e competências utilizando o inglês como instrumento para isso. Além disso, o Currículo Be enriquece o repertório linguístico e cultural dos estudantes, ampliando suas perspectivas e incentivando novas formas de pensamento à medida que se desenvolvem.

 

Trabalhamos três componentes curriculares diferentes:

 

Science: Envolve o estudante na exploração das Ciências e do processo de investigação científica. Facilita a compreensão das principais concepções científicas e o desenvolvimento das habilidades de aprendizagem em Ciências.

 

World Cultures and Geography: Conteúdo desenvolvido por meio de abordagens inovadoras para a compreensão da Geografia e com transversalidades na História e nos Estudos Sociais, concentrando-se na promoção das competências para o conhecimento e de eventos relacionados à cultura, Geografia e outros culturas.

 

Language: Com foco no desenvolvimento e na proficiência das habilidades linguísticas (ouvir, ler, falar e escrever), os estudantes são engajados por meio de conteúdos e abordagens contextualizadas que transbordam os modos tradicionais de ensino de línguas.

 

Somando essa estrutura curricular à nossa parceria exclusiva para os conteúdos de Ciências e de Geografia com a National Geographic Learning, asseguramos a disponibilidade de materiais autênticos que facilitam a aquisição da linguagem acadêmica e social e promovem o desenvolvimento do pensamento crítico não só no conteúdo curricular, mas em todas as áreas do conhecimento.

 

A abordagem CLIL

A Aprendizagem Integrada de Conteúdo e Língua (CLIL) é uma abordagem educacional que vai além do simples ensino de uma segunda língua.

 

Ao fundir o aprendizado de conteúdo acadêmico com o desenvolvimento da proficiência em uma língua adicional, é proporcionado um contexto autêntico e enriquecedor para os estudantes.

 

Alguns Pontos importantes destacam a abordagem CLIL:

  • desenvolvimento da língua em aulas de outros conteúdos;
  • desenvolvimento de conhecimentos múltiplos além de língua;
  • integração entre vários campos do conhecimento;
  • envolve uso e aplicação de diversos gêneros textuais (orais e escritos);
  • leva em consideração e valoriza o conhecimento prévio do estudante;
  • favorece o pensamento crítico e criativo.

 

Por sua vez, os componentes centrais da abordagem CLIL são:

 

Conteúdo: A aquisição de uma língua adicional ocorre por meio do conteúdo do tópico, sendo ensinada de maneira a favorecer uma aprendizagem natural e participativa.

 

Comunicação: Coloca-se ênfase na aprendizagem da língua com o propósito de comunicação e utilização imediata.

 

Cognição: A língua adicional é empregada da mesma forma que a língua de nascimento.

 

Cultura (Cidadania ou Comunidade): Aprender uma língua adicional envolve o estudo das culturas que a utilizam e a comparação com a sua própria língua.

 

Por enquanto, fica a dica: a abordagem CLIL não está limitada a um único campo de estudo. Pode ser aplicado em uma ampla gama de conteúdos, desde as Ciências e a Matemática até as humanidades e as Artes, adaptando-se às necessidades de diferentes escolas e grupos de estudantes.

 

Vale ressaltar que, além do CLIL, o Be tem como pontos essenciais do Currículo outras abordagens, como Inquiry-based learning e Project-based learning[1].

 

Novas abordagens, melhores experiências

Preparar os estudantes para a cidadania global, destacando o aprendizado de uma segunda língua em um contexto escolar permitirá aos estudantes compreenderem diferentes culturas, colaborarem internacionalmente e enfrentarem questões globais complexas.

 

Ao unir a aquisição de conteúdo acadêmico e o aprimoramento de habilidades linguísticas, o estudante se integra de forma essencial em um mundo cada vez mais interconectado e diversificado.

 

Portanto, ao adotar o Currículo Be, as escolas podem promover uma educação que transcende fronteiras linguísticas e culturais, capacitando os estudantes a transitar em um cenário global desafiador.

 

Fale com um de nossos consultores para conhecer mais sobre o Currículo Be!

__________________

[1] https://www.youtube.com/watch?v=sw0-yPL-fDU&t=2489s&ab_channel=InstitutoSingularidades

Flávia Fulgêncio

Flávia Fulgêncio

MBA em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas, é formada em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais e em Administração de Empresas pela PUC-MG. Com 27 anos de experiência em ESL (English as a Second Language) e EFL (English as a Foreign Language), Flávia Fulgêncio é autora de material didático para o anos iniciais do Ensino Fundamental. Atualmente é Diretora Pedagógica do Be - Bilingual Education.
Search

Conteúdos mais lidos

Educador, e se dissessem a você que os seus estudantes poderiam ser pequenos exploradores?   Em 2022, desenvolvemos, com a

A Educação Bilíngue tem ganhado cada vez mais importância na sociedade contemporânea, especialmente em países com rica diversidade cultural e